Recebendo dicas de um Amparador para um quarto ideal para a Projeção

Saulo Calderon Relatos, Relatos Luciano Caldas 2 Comments

Fui deitar às 3 da manhã. Estava na internet conversando com alguns amigos do GVA. Estava bastante cansado. Fui caindo no sono, para em seguida me sentir em estado cataléptico com o corpo todo entorpecido. As energias circulavam por todo o corpo ‘serpenteando’ de cima a baixo. Senti-me desligando do corpo físico pelo lado direito e ao estar a alguns metros dele, um jovem rapaz que parecia um médico (todo de branco) foi logo me falando: “Você estava meditando estes dias sobre o quarto ideal para as práticas projetivas. Antes de mais nada o quarto deve estar limpo, asseado e ser arejado. Que não acumule muita poeira e que tenha uma umidade agradável. Não guardar dinheiro, cartões de crédito e objetos que muitas pessoas utilizam, já que tudo é energia”.

Neste momento meu nível de lucidez foi diminuindo, mas ainda pude subentender que aquele simpático amparador me recomendou que o nosso quarto onde fica a base intrafísica não deve servir como depósito de acessórios de limpeza e de preferência não possuir eletrodomésticos como tevê, rádio, DVD, pois eles emanam eletromagnetismo e radioatividade energética que prendem o duplo-etérico (holochacra[fusion_builder_container hundred_percent=”yes” overflow=”visible”][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ background_position=”left top” background_color=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” spacing=”yes” background_image=”” background_repeat=”no-repeat” padding=”” margin_top=”0px” margin_bottom=”0px” class=”” id=”” animation_type=”” animation_speed=”0.3″ animation_direction=”left” hide_on_mobile=”no” center_content=”no” min_height=”none”][Projeciologia], ‘corpo físico invisível’ [segundo a Teosofia]), dificultando uma maior soltura bioenergética maior da aura, já que o duplo é uma matriz energética rica em eletricidade e magnetismo psicofísico, o que consequentemente influencia de algum modo na mecânica (e naturalmente na lucidez) da projeção.

Ao despertar pela manhã, o físico continuava deitado do lado direito. Após alguns momentos vieram as recordações das dicas do “quarto ideal” para a projeção dada pelo amparador. Anotei tudo e o resultado é este relato. Realmente meditei de como devemos prezar por um espaço físico minimamente decente e arejado para as nossas práticas projetivas e energéticas e de como em tudo há energia vibrando, pulsando e circulando e de como pode influenciar na nossa lucidez extrafísica e na mecânica da projetabilidade.[/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]

Comments 2

  1. Não sou religioso, mais sempre tive a sensação que podia ajudar alguem e do meu jeito já o fiz varias vezes até mesmo para pessoas que vamos dizer assim que deveria aproveitar a fraguesa e dar uma ajudinha no entanto eu me encho de benevolencia e ajudo e tem dado certo só que eu nuca falo a niguem que o fiz porque tambem não iriam acreditar e não quero tão pouco comercializar.
    Acho que tenho experiencias fora do corpo tem vezes em tom de pesadelos brabos e outras consietes e com o dominio e uma sensação de esta voando. Mas tudo sem conhecimento nenhum ajude-me a conhecer melho e poder usar de forma correta. Aguardo noticias; OBRIGADO

  2. Eu fiquei com uma dúvida. Tipo, quero fazer um quartinho agradável para minha práticas projetivas mas li nesse relato que aparelhos eletrodomésticos pode atrapalhar… mas e se for um pequeno aparelho de som? É que eu desejo muito colocar nesse ambiente músicas com sons da natureza, músicas relaxantes que me tragam bons sentimentos e tal. Como que faz? e Se eu substituir o aparelho de som por um notebook usado somente para essa finalidade? Tipo, na hora de carregar eu o tiro desse ambiente. Não sei se resolve alguma coisa pois não entendo nada de eletromagnetismo… enfim. Alguém me ajude por gentileza?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *