Relato Expansão Da consciência – Corpo mental

Relatos, Relatos Saulo Calderon 3 Comments

Olá amigos

Vou relatar algo realmente fora do comum que aconteceu hoje, enquanto meditava comigo mesmo sobre algumas coisas…

Começou quando pensava na fase difícil que o planeta está passando, Guerras, violência, o tal o Tsunami(aquela onda gigantesca que talvez pegue os continentes banhados pelo Atlântico). Depois pensei nos meus problemas, dívidas, assédios, listas, EGO…

E Comecei a me questionar sobre muitas coisas.

Após conversar com a Luiza e o Luciano aqui da lista no ICQ, resolvi deitar

Mas minha mente não saia dos pensamentos.

Logo que relaxei, o primeiro chacra que senti, foi o coronário. O que é estranho, pois sempre sinto o frontal, então era um sinal que estava com o intelecto e intuição apurados, e talvez por isso tanto questionamento.

De olhos fechados, comecei a tentar não me preocupar com essas coisas mundanas.. Pensei sobre Jesus, e me veio na cabeça o que as religiões e os homens fazem com seu nome, um idolatria banal, ignorância de nós homens em pensar que Ele está cuidando disso tudo sozinho…

Lembrei também do Francisco de Assis, de Ramatis, de Buda, e que também com certeza trabalham para melhorar nosso planetinha azul.

Comecei a me concentrar e do nada, sem que eu entenda o porque, vizualizei o Planeta Terra no meu Frontal… E sabendo que não era pensamento meu, forcei essa vizualização…

Minha consciência começou a ficar maior, e comecei a pensae melhor, com mais lógica, razão, com um amor grande, porém equilibrado, não haveria naquele momento nada que poderia me desconcentrar, nem mesmo uma bomba de nêutrons ao meu lado. Eu tinha chegado a um estado desconhecido até então por mim, uma tranqüilidade total. Nada passava pela minha mente, só era eu ali.. E quando reparei, me vi saindo do corpo, numa velocidade e leveza, sem comentários. Procurei o corpo, e cadê? Sim! Era a resposta, eu estava de corpo mental. E não via nada? Eu já tinha visto algumas figuras e achei que tinha forma, mas não tem. Eu era um nada no tudo, pois tinha visão perfeita e sabia tudo, sem ser nada, como?.

Em algum tempo, me vi do tamanho da Terra. Agora enquanto escrevo é uma sensação estranha, pois tento passar aqui o sentimento, as energias, mas mesmo EU, não consigo mais captar o que se passou, e as palavras parecem não existir para definir tamanha experiência, as palavras não foram feitas para expressar sentimentos puros, e idéias que nem estou entendendo agora direito, a palavra é somente um dos milhares de atributo do pensamento.

Eu parecia estar em todo lugar.. Eu via tudo, sentia cada pessoa do planeta, cada casa, cada cantinho, vi em segundos todos os sofrimentos da Terra, toda a evolução da mesma, mas como? E não me lembro de bulhufas, eita cérebro limitado sô!!!

Eu era tudo, e ao mesmo tempo nada, pois não tinha forma, tamanho, mas estava tão grande como a Terra, mas me sentia centrado, apesar de ver tudo. Meus pensamentos iam para locais que nem me lembro. Foi quando comecei a pensar na Guerra, por ver cenas. E fui voltando, voltando. Até me sentir pesado. Até perceber meu chacra coronário vibrando. Sim! Já estava no corpo novamente, porém, não o sentia ainda, somente o peso do fardo físico.

Aos poucos fui abrindo os olhos, e os pensamentos dos probleminhas da vida voltaram. As dívidas, a preocupação voltou. Me senti pequeno, muito pequeno.

Bem, esse relato pareceu para mim durar apenas 10 m, mas passaram-se uma hora e meia mais ou menos fora do corpo, estranho não?

Aprendi algumas coisas:

1. Nossos problemas são insignificantes.
2. Vivemos numa bobeira tão grande, em achar que somos algo e que nosso nome tem que aparecer, uma falta de sintonia com o alto. Nós queremos aparecer aqui num planetazinho pequenino, enquanto não aparecemos para nós mesmos, aqui dentro
3. Só saí de corpo mental, porque meu coronário estava vibrando devido o trabalho energético que fiz antes.
4. Não somos nada nessa gigantesca e infinita evolução.

Abraços a todos

Comments 3

  1. Bom ler isso! Agora entendo melhor o que aconteceu comigo.Ja tinha lido varios relatos mas nada parecido…enfim me ajudou muito.Abraços fica com deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *