Relato na fronteira do Brasil, vírus?

Saulo Calderon Diário Projetivo, Relatos, Relatos Saulo Calderon 4 Comments

Recife, 12 de Janeiro de 2016

Relato na fronteira do Brasil, vírus?

Não sei por qual motivo eu estive nesse local, mas queria relatar uma experiência que achei curiosa e me deixou pensativo.

Essa noite eu apareci numa cidade espiritual aqui no Brasil. Não sabia que no mundo espiritual eles mantém as fronteiras, pelo menos é a primeira vez que ouço isso.
Eu estava voando e com uma lucidez considerável, centrado e percebendo que estava perto da saída do Brasil, eu simplesmente sabia, como? Não sei!
Atravessei a fronteira e fui muito bem recebido por pessoas que falavam espanhol. Na hora eu sabia o nome do país, mas agora não me lembro agora.
Ao atravessar dois rapazes educados me receberam e falavam em espanhol. Eu ainda perguntei em português, pois meu espanhol é péssimo: – Por que vocês estão falando em outra língua, mesmo tão próximo da fronteira?
E eles continuavam a responder em espanhol, mesmo entendendo o que eu falava.
Eu entendia o que eles falavam, até pela proximidade da língua com o português e também que no mundo espiritual a gente capta a intenção mental.
E aí começou a parte que me deixou pensativo:
um dos rapazes tirou do bolso um equipamento e disse que era para testar se eu estava infectado, pois tinha algo que estava pegando muitos e que chegaria forte no Brasil. Ele queria furar meu dedo com aquilo, um tipo de ferramenta eletrônica, não deixei!
Então ele falou que eu não poderia continuar se não fizesse o teste.
Questionei:
– Como no mundo espiritual vocês querem fazer teste de sangue? Meu corpo espiritual não pega doença do mesmo jeito que o físico?
Ele respondeu e entendi:
– Esse corpo reage de acordo com o corpo físico e tem coisas que chegam primeiro nele e depois no outro(se referindo ao físico).
Então deixei ele furar meu corpo com o troço. Senti uma leve picada, pareceu doer um pouco.
Ele então levou o sangue retirado (corpo astral tem sangue?), e colocou num tubo de ensaio estranho, pequeno e ligou num outro equipamento eletrônico. Balançou e o sangue ficou pastoso, parecendo geléia e então falou: você pode passar, não está infectado!

Então passei voando e fui por cima de uma floresta bonita.
(Por que não passei voando por ali bem alto, será que me veriam?). Não sei, o fato é que sabia que tinha que ir por ali, como se tivesse recebido um comando e soubesse que eu estava ali.
Logo em seguida pensei no corpo para poder me lembrar, porém, acabei não levantando por causa do sono na hora que abri os olhos. De manhã, já no carro a caminho do trabalho essas lembranças chegaram forte ao ouvir uma entrevista na rádio de uma pessoa falando em espanhol, provavelmente eu perdi algumas coisas.

Questionamentos:
Sangue?
Teste de infecção?
Como assim?

Testar sangue no astral é novidade para mim.
Abro aqui a possibilidade de onirismo, ok?
De eu ter misturado as coisas, incluindo o fato de eu só me recordar isso(Resgatar da holomemória), horas depois.
O que fui fazer ali?
Que vírus é esse(se é que existe)?
Espero que não seja nenhum aviso do astral de algo acontecendo nos bastidores!
Será que eu não teria confundido a palavra vírus com algum tipo de energia, ou sintonia, e que na verdade não foi sangue, mas a energia que foi testada para entrar naquele local, que era bem bonito e parecia pelo menos uma quarta dimensão astral?

Não sei, ficam aqui os questionamentos de uma experiência bem curiosa!

Bem vindo a um mundo gigantesco onde todo dia os pequenos projetores podem aprender algo, é o mundo espiritual…
Abraços!

Comments 4

  1. Muito interesssante esse relato. Lembro que uma vez fui ferida no astral. Levei tres balaços de calibre bem grosso e vi perfeitamente a bala enterrada no meu braço direito, mas não havia sangue nem senti dor. Agora… se podemos receber medicações e fluídos de outros planos… talvez exista um canal de ida e volta. O que está em cima é igual ao que está embaixo… lembra?… Paz e Luz!

  2. se vc tava voando, entao pq naum passou pelos homens sem fazer esse teste? estranho naum? isso se chama viagem intracraniana, a gente n sai para lugar nenhum e sim entramos no nosso subconciente, naum existe nada de sair do corpo eu porem naum acredito nisso.. e olha q tbm faço isso, é verdd q temos a sensaçao q estamos fora do corpo? é sim porem naum saimos nada.

  3. Concordo em alguns tópicos , é verdade que não saímos , mas o ser humano é microcosmo ou seja dentro de nós mesmos podemos assesar outros planos ou dimensões , existe alguns estudos científicos que falar que o cérebro humano tem características de um programa de um computador. , e mas tem pessoas que as vezes a própria mente engana , a pessoa pensa que fez uma projeção , mas verdade é própria mente que cria um cenário , pra confundi a pessoa. A projeção é real , tenho três filhos , a minha filha mais nova antes de ela nascer, uma noite sair ou entrei no astral , só sei que fui levando em certo local me mostram minha filha, e falaram ,até o nome dela que eu deveria pó este nome que era gabrieli , , e que ela tinha que nascer , de qualquer jeito , e tudo que existe em nosso plano terrestre , primeiro é feito no astral e depois é que vem pro físico, 3 meses depois minha esposa estava grávida , minha filha nasceu exatamente do jeito que eu tinha visto no astral, a cor do cabelo , tudo do mesmo jeito, só não coloquei o mesmo nome , existe muitos mistérios , que não conseguimos explicar , mas é da natureza ser humano intelectualizar , a quilo que não entende.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *