Relato: Palavras de amor.

Saulo Calderon Diário Projetivo, Relatos, Relatos Saulo Calderon 14 Comments

Essa noite eu antes de dormir procurei um lugar para tentar chegar.

Nunca faço isso, sempre me coloco à disposição de ajuda, do trabalho, mas hoje queria ir até um local onde já havia ido, o Atol das Rocas.

Peguei o IPAD e fiquei deitado na cama vendo fotos e o google earth, localizando e vendo direitinho a forma do lugar. Fechei os olhos e pedi em oração aos mentores que me permitissem hoje dar uma voada até ali, até pensando na possibilidade de criarmos encontros em lugares diferentes e não somente em Noronha, dar uma evoluída no projetinho.

Fiz a técnica compacta 2, mas estava com muito sono e fiquei com medo de adormecer logo e por isso centrei a atenção nisso, esquecendo até das técnicas depois.

Comecei a sentir a consciência querendo apagar, foquei mais ainda e comecei a sentir o corpo adormecer. Nessa hora fortes ondas de energias circularam pelo meu corpo inteiro, ondas bem intensas, balançava tudo.

Fiquei calmo e senti uma grande dificuldade de concentração, mas não me permiti perder o centro. Até que senti a consciência centrar novamente e percebi que já estava em catalepsia projetiva.

Pensei em flutuar e aconteceu, senti o deslocamento e eu ainda continuava de olhos fechados. Não perdi o foco também do que queria fazer, ir até o atol das Rocas!

E lá fui eu, olhei para a porta do quarto e disparei sem olhar para trás.

Decolei pela janela da pequena sala. Voava com facilidade. A sensação de liberdade era linda, sentia o vento batendo no rosto, era muito forte, tão rápido que sentia as mãos sendo empurradas, meus cabelos balançavam no vento, e pensei: Nossa, como as pessoas deveriam sentir isso! Elas seriam mais calmas e felizes, é tão bom ter certeza do que somos, é tão bom não ficar mentalmente desesperado por se achar ser só daquela dimensão, saber que somos muito mais…

Nessa hora a velocidade ficou surpreendente, certamente são coisas dos mentores. E vi abaixo a praia, o som do mar estava forte, estava bem clarinho como se fosse uma lua cheia bem intensa, o céu era FANTÁSTICO. As estrelas eram simplesmente lindas, pareciam brincar comigo, era de hipnotizar! Pousei mais afastado do mar, com receio do intenso barulho das ondas e por até ja conhecer o mar, mas ele estava até calmo em relação ao que vejo fora do corpo.

Olhei a redor e vi algumas pessoas andando em grupo, pareciam calmas e sorridentes. Um grupo acenou para mim e foi aí que percebi que estava em alguma dimensão melhorzinha, pois até o mar era mais calmo e as pessoas me viam e eu a elas, se eram encarnadas ou desencarnadas não tenho a menor idéia.

A sensação de paz, de amor que estava sentindo era linda.

Senti a terra nos meus pés  espirituais igualzinho como sinto no corpo, só que eram delicadas, peguei areia com as mãos e via pequenos cristais brilhantes, pareciam energizadas a minha visão era muito mais profunda e as cores era mais nítidas. Simplesmente tudo era lindo ali.

Foi aí que uma calma estranha invadiu meu peito e fiquei de joelhos na areia olhando para o mar, com a consciência elevada e lúcida, sentindo a linda liberdade espiritual, juntei as mãos e rezei agradecendo a oportunidade. Nessa hora uma voz falou alta na minha mente, não me lembro exatamente de tudo e quais termos foram usados, mas foram mais ou menos assim:

Quando aprendemos a linda arte de servir, tudo se torna mais lindo dentro da gente.

Quando conhecemos a beleza de poder viver em paz dentro da gente, fazemos de tudo para continuarmos a sentir isso.

E é isso que devemos sempre buscar, essa paz interna e ela só pode ser conquistada quando paramos de pensar somente em nós mesmos, e em qualquer lugar nos colocamos à disposição para ajudar às tão sofridas consciências que ainda estão por cada cantinho desse planeta.

Eu estava em lágrimas enquanto ouvia de olhos abertos (eu lá ia fechar os olhos naquele lugar…).

E a voz me convidou:

Que tal aproveitarmos a dádiva que Deus nos concedeu nesse momento e procurarmos ser úteis?

Eu estava ficando meio envergonhado de sentir aquela coisa tão boa enquanto tantos sofrem, quando ela voltou a falar: Não se culpe, nada acontece por acaso, vamos aproveitar da melhor forma possível esse momento.

Nessa hora devo ter ido a algum lugar que não sei mais, pois a lucidez minha ou abaixou ou não consigo captar, mas sei que algo foi feito.

Despertei agora cedo cheio de amor no coração.

E comecei a pensar na agonia de todos aqui.

Como estão todos tão presos em suas vidas, agoniados querendo ter algo, e ter nesse mundo é triste, pois como não há crença na continuidade, sobra pouca coisa para a maioria das pessoas.

Um vazio parece se instalar, olhava para as pessoas e via agonia.

Mas eu entendia elas, mesmo com a consciência pequenina dá para sentir um leve amor por cada uma dessas pessoas.

E pensei em grandes consciências que por aqui passaram. Se eu tão pequeno sinto algo assim, imagine só o que não sentia Jesus em suas andanças, a forma como aquele amável peregrino não via  a todos, como era a sua visão espiritual, a sua liberdade interna, a profundidade com que conseguia nos compreender e com isso sentir um amor inenarrável, incalculável, pelo menos eu não consigo dimensionar isso.

Nessa hora eu estava na frente no sinal vermelho, o sinal mal havia ficado verde quando um rapaz com carro começou a buzinar desesperadamente, mas ele estava doido para passar. Eu dei um sorriso e entendi o que aquela voz havia me dito lá na linda ilha sobre ajudar a todos em cada cantinho desse planeta.

Normalmente teríamos raiva, ficaríamos bravos ou até falaríamos: Pra que isso…

Mas entendi e não revidei a raiva nem olhar mais bravo.

E entendi que a caridade, a ajuda, a boa vontade e a busca pela paz interna deve ser vista a cada momento e em qualquer lugar.

Aí mesmo agora onde você está, já procurou pensar em servir ao invés de reclamar ou ver tudo tão complicado?

Talvez seja só a forma de olhar e fica essa primeira frase que ouvi na minha mente agora:

“Quando aprendemos a linda arte de servir, tudo se torna mais lindo dentro da gente.”

Torne-se um servidor de todos, aqui é um hospital de passagem e quase todos estão iludidos e precisando de ajuda.

É hora de abrir a lucidez no corpo e buscar servir.

Segue essa linda inspiração para mim nessa segunda feira e só quis tentar dividir.

Um ótimo comecinho de semana a todos nós.

Saulo

Comments 14

  1. Texto lindo e inspirador. Parabéns e obrigado por compartilhar!
    Estou acompanhando o IVA há algum tempo, já fiz todos os cursos, vou imprimir meu certificado kkk.
    O progresso é lento porque a cabeça aqui é dura viu kkk
    Tenho alguns sonhos lúcidos, mas a projeção tão lucida assim ainda não tive a chance de experimentar.
    Mas a cada dia estou me tornando uma pessoa melhor a cada ensinamento aprendido. Graças as informações que vc compartilha com essa pequena consciência aqui.
    Obrigado!

  2. Obrigado Saulo por campartilhar algo inspirador, difícil fical lúcido no astral, porém mais difícil é ficar lúcido no corpo físico.

  3. De verdade,muito obrigada mesmo Saulo.Estava precisando ouvir algo que acalmasse os meus conflitos internos…não poderia ser nada mais lindo!Te agradeço por todo esse trabalho lindo que tem feito e querer dividir um puco conosco.
    Paz para todos nós.
    Fabiana

  4. Sempre grata a vc Saulo por compartilhar com a gente esses relatos onde só a LUZ e AMOR … bom pra iniciarmos a semana com esse sentimento de amor e ajuda ao próximo … abraços de luz !

  5. Simplesmente maravilhoso.Como o compreendo Saulo,eu que conheço imensa gente iludida pela matéria,orgulho,inveja,ciume,vaidade,egoísmo etc.Que relato fantástico e que sensação agradável será voar com consciencia.Obrigado pelo teu relato.

  6. nossa Saulo gostei muito desse relato 😀

    acho que todos deveriam ler e intender essa mensagem que voce esta passando,,,

    mesmo nao sabendo somos muito orgulhosos,,,

    pena que nem todos possam ler esse texto, mas podemos ler e transmitir isso ao mundo 😀

    abraços

    😀

  7. Viva os mentores! E agradeçamos a Deus que se faz presente através dos nossos irmãos despertos do sono na carne e fora dela. Obrigada Saulo, por nos presentear com suas experiência. Muita alegria pra vc. Um abraço irmão.

  8. Lindo relato Saulo, nos faz pensar e o mais importante, nos faz sentir.
    Obrigada por compartilhar algo tão fantástico e emocionante.
    Boa semana a todos, queridos irmãos.

  9. Adorei a mensagem de hoje. Quando li a parte que que vc descreve seu EV e fala que manteve a calma eu dei risada, agora mesmo tive um e fiquei assustado!!
    srrsrsrs
    devagarinho a gente chega lá!!

  10. Grande Saulo!!!

    Nossa Saulo, nada melhor que ler esta mensagem quando estamos triste e desanimados pensando em parar!

    Muito Obrigado!!!

  11. Nosso querido Saulo,obrigada por compartilhar conosco suas experiências. Agradecemos de coraçao o trabalho realizado por vc ,é de uma beleza ,de uma generosidade infinita .Vc nem nos conhece ,mas saiba q o AMOR q vc dedica à esse trabalho nos chega com muita força e intensidade. Te agradeceremos sempre,pois vc nos ajudou bastante…bom,abraços carinhosos de 2 irmaos. fique sempre com DEUS! xao.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *