Um Pássaro me Acordou

Saulo Calderon Relatos, Relatos Saulo Calderon 1 Comment

Está foi realmente demais…

Eu não crio passarinhos, pois não gosto dos bichos presos.

Ontem fiquei como de costume, até tarde trabalhando. E fui me deitar na rede, meu lugar favorito para projeção, devido seu balanço, causa a descoincidência mais fácil. Estava ali, mentalizando a saída e as técnicas, quando começo a ouvir um canto de um tipo de passáro. Não conheço sobre pássaros, por isso não sei qual era o canto. Achei muito lindo o canto, porem achei que o bichinho estava numa gaiola, e me levantei para ver onde ele estava, pois até então nunca tive pássaros em casa, e imaginei que meu irmão tivesse colocado uma gaiola em casa. Levantei da rede, e desci as escadas, quando olho na cozinha, uma gaiola. Fui me aproximando bem devagar, e comecei a observar o pássaro, reparei que suas cores eram muito vivas, e derepente o pássaro atravessou a gaiola e foi para a varanda da minha casa, foi quando percebi a projeção. Eu estava totalmente lúcido, fora do corpo, e não pensei duas vezes fui atrás dele, chegando lá, não era mais o passaro, mas um homem vestido de azul bem claro. Me olhou sorrindo e disse, aproveita a liberdade, pois logo terá muito trabalho. Não entendi bem, mas decolei pelo telhado da casa. Chegando bem alto, que analizei, e vi que até que enfim tinha visto um amparador, e nem tinha ligado… voltei muito rápido, mas ele não estava mais ali. Fiquei triste por perder a chance de conversar com um amparador lucidamente. E resolvi voltar para o corpo, fui andando pela casa bem devagar, pois queria ver o corpo deitado, e após isso entrar nele, mas isso não aconteceu. Tudo ficou preto, e já sabia por experiência que já estava dentro do corpo, em catalepsia. Fui despertando, bem devagar, senti que tinha voltado já ao corpo, recuperado os movimentos, mas mesmo assim não abri os olhos. Fiquei sentindo as energias circularem, comprovando a evidência da projeção, sentindo a maravilhosa sensação de sair e voltar ao corpo.

Minha cama é voltada para a porta do quarto. Quando fui abrindo os olhos, vejo bem transparente o mesmo homem de azul claro em pé na porta, nem liguei. Quando reparei o que se passava, que focalizei as vistas, ele simplesmente sumiu. Sorri. Abri um sorriso de felicidade, e agradeci. Pois era simplesmente, a primeira vez que tinha um contato lúcido com um amparador, e mais, que tinha comprovado já no corpo físico, por um tipo de clarividência ainda desconhecido por mim.

Amigos, não gosto muito de escrever meus relatos, e quando escrevo escrevo bem resumido, mas este fiz questão de detalhar, pois foi muito interessante e maravilhoso.

Um amparador pássaro?

Alguém, já teve experiência parecida?
Alguém já teve contato com amparador? Alguém já teve este tipo de clarividência?

Espero respostas…

Abraços…

Comments 1

  1. Eu nunca consegui me projetar mas uma das minhas tentativas escutei pássaros foi muito lindo eu tava quase conseguindo mais escutei a minha mae me chamando e despertei foi a segunda vez q eu escutei nunca consegui me projetar por n tentar muito mas eu to quase kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk bjsssssss muita paz pra vc…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *