Voando em Noronha e vendo Igrejinha – 2 de Março.

Saulo Calderon Encontros, Relatos, Relatos Saulo Calderon 14 Comments

Olá, bom dia amigos.
Nessa quinta-feira de carnaval lembro-me claramente da ida até Noronha.

Fui dormir após meu Santos empatar na Libertadores, motivo que me fez querer ir pro umbral, risos.

Fiz um pouco de técnica, com EV e senti a aura entrar em balonamento, mas não me lembro de ter sentido a decolagem.

A lembrança chegou a partir do momento que me via voando em meia altura, num vilarejo. Poucas casas, uma igrejinha branca com faixas amarelada ficou clara também da altura que estava. Eu certamente estava em Noronha e era de dia já, como se amanhecesse. Ou seja, foi perto das 5 ou 6 da manhã essa experiência.

Como voava com muita facilidade, me afastei e ganhei altura. Fui bem alto, a ponto de ver o desenho da costa e quase toda a ilha. Percebi o desenho de uma baía, desci um pouco mais e avistei novamente a igrejinha, só que agora ela de frente pra esse local. Desci e pousei perto de um muro bemmm velho. Mas tava tão bom voar que ganhei altura novamente e pensei: Vou procurar o povo, to aqui brincando e pode ter gente no encontro.

Até que cheguei um tipo de barranco, estranho o local, mas era assim mesmo.
Um rapaz de cor negra veio até mim e começamos a conversar. Ele tinha ido ao encontro. Ele me falou seu nome, mas não consigo de jeito algum lembrar. Conversamos também sobre o fato de pouca gente estar ali, e eu ainda falei que já deveria ser num horário diferente, que muita gente passa em momentos e outros horários por ali. Haviam mais umas 3 pessoas ao nosso redor, mas não consigo me lembrar das características de nenhuma delas.

Depois de um tempo me despedi falando que ia voltar ao corpo, mas antes ia dar uma outra voadinha, risos.

Só que nessa hora comecei a viajar na maionese. Na hora de voar imaginei uma prancha de SURF e sai remando no ar, mas fiquei preocupado pois o meu “elastik” não tava ali, meu Deus é impressionante a variação de lucidez. E ainda pensei: “se vier uma onda vai levar minha prancha”. Isso enquanto voava com a prancha que nem doido pelo ar, remando todo feliz.
Até que despertei no corpo com MUITO Sono, me lembrando do que relatei acima. Não levantei na hora.  A preguiça foi tanta que acabei dormindo e devo ter perdido alguma coisa nas lembranças por esse motivo.

Bem, não foi lá uma experiência maravilhosa, mas foi o que deu pra fazer.
Um abração

PS: Se alguém quiser pegar onda no Ar, avisa aí que marcamos, rs.Nova modalidade, Surf Air.

PS2: Achei a imagem da igreja que vi, e num ângulo muito parecido do que vi, eu só estava mais alto.

Comments 14

  1. Que legal Saulo! Eu me preparei ontem o dia inteiro para tentar chegar a noronha. Não consegui fazer nada às 01 da manhã. às 03 horas acordei e resolvi tentar. Fiz a tecnica completa 03 e logo depois comecei a sentir um EV muito intenso que não acabava nunca. Chegava a dar agonia o danado. Quando ele cesso, eu estava sentado em uma especie de escada, pois estava sentado em uma parte e debruçado em outra um pouco mais alta. Minha lucidez não estava lá essas coisas. sinceramente não consigo identificar o lugar. Estava amanhecendo. Me lembro de conversar com uma pessoa que não me era estranha. Mas não me recordo sobre o que falamos. Logo depois disso, voltei pro corpo. Estava com sono e siniceramente nem me preocupei em tentar rememorar muita coisa. O sono era incontrolável. Apaguei.
    Bem… é isso!

    Uma sugestão: Esses encontros poderiam passar a ser todas as quartas. Acho que eles ficam muuito distantes um do outro. Acho que se fossem todas as quartas, a sintonia seria maior, pois não passaria muito tempo de um para o outro.

    Bem… tá aí minha sugestão!

    Fiquem todos com Deus

    Muita paz e muita luz!

  2. Saulo, bom dia! Bem legal seu relato! Mas me tire uma dúvida…se a gente chega em Noronha antes das 5h, ainda tá escuro né? como é isso no astral? A escuridão da madrugada é igual? Pq se for tão escuro, como vamos enxergar os lugares? Desculpa pela ignorância da pergunta, ok?
    abç!
    Erika

  3. Nossa que bábaro !!! Fiquei maravilhada com seu relato !!!
    Sabe to lendo o livro de Robson Pinheiro- Legião – onde ele fala que vê alguns espíritos andando que nem sonâmbulos, esses espíritos estão fazendo a projeção astral, pelo q entendi esses espíritos estão fazendo errado a projeção ???

    Mais deve ser td de bom ir Fernando de Noronha VOANDO por cima daquele mar lindo !!! rsrrs

    Abraços fraterno

  4. O tempo na verdade não existe. Quando a consciência projeta para outras dimensões, acredito eu que todas as leis temporais que vivemos aqui se tornam relativas.

  5. Muito legal seu relato Saulo, engraçado como a lucidez deu-se de uma forma bastante abrangente na sua experiência né, fiz toda preparação e trabalho, mas não consigo me lembrar de nada, absolutamente nada! hahaha
    Mais ta bom, quem sabe da próxima, vamos devagar mais com muita perceverança!
    “Decagar é pressa” né haha
    Luz e paz a todos!!!

  6. Será q vc não viu alguma foto dessa igreja pela net antes da experiência?
    Se a pessoa com quem vc conversou não depor aqui no site,tem boas chances do seu relato ter sido um sonho lúcido!!!

  7. por favor Saulo tenho que falar com vc cara
    , tive uma idéia , mas acho meio inapropriado falar aqui, de uma chance para ela , por favor

  8. Hum legal, passei so pra olhar mesmo, desisti desse negocio de projeção astral, apesar de ter tido varias experiencias, em um ano de estudo. percebi que não passava de sonhos lucidos apenas isso nada mais do que isso. valeu pra todos.

  9. so pra complemtar pra que nem caia numa ilusão, eu ja sonhei em lugares estranhos cidades ate mesmo “projeção” depois percebi que os lugares eram lugares que ja tinha visto, em revistas, em viagem de onibus, na televisão, toda imagem e lugar que vc ver e registrado pelo cerebro, e e guardado na memoria, quando não usada cai no inconciente mas não é perdida. e quando vc sonha é exatmente todo os arquivos resgistrados, a muito tempo que vc nem percebeu tinah registrado, volta se usando nos sonhos. por fim gerando uam projeção sonhos lucidos em outras cidades, ou vendo pessoas desconhecidas. bom não posso provar nada, mas falo por experiencia própria. eu ainda tenho algumas sonhos lucidos e “projeção” mas prefiro encarar como sonhos mesmo apesar da lucidez. mas quem que pesquisar e de grande valia, para estudo. valeu abraços a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *