Encontro com minha Mentora

Saulo Calderon Diário Projetivo, Relatos, Relatos Saulo Calderon 5 Comments

mentora
Encontro com minha Mentora
Recife 20 de Maio de 2016.

Há muito tempo eu vinha questionando o motivo de ver tão pouco os mentores. Apesar de compreender a diferença de vibração, o disparate  entre a sutilidade das energias dos amigos espirituais e a nossa, principalmente por possuirmos um corpo físico.
Era uma 22 horas e ao deitar nessa noite fiz as técnicas de limpeza energética. Mas estava com muito sono e durou no máximo 10 minutos. Deixei a esposa assistindo NetFlix ao meu lado e apaguei.
A projeção certamente aconteceu bem depois, devido o horário que retornei ao corpo.
Despertei a consciência já fora do corpo, voando baixo por sobre um mar muito bravo e sabia que estava numa frequência mediana, zona inferior.
Por muitas vezes já comentei que sempre que vejo o mar em dimensões densas ele está espumante, bravo e com ondas ENORMES!
Voava e sentia o magnetismo das águas, por vezes chego a achar que tenho alguma ligação com água, pois ela sempre parece vir em minha direção.
Fui voando rapidamente pela costa e ganhei altura e desviei para dentro da vegetação, longe do mar.
Vi uma mata muito bonita e resolvi descer ali. A intenção era ver se tinha algum espírito ali.
Desci e não senti nada ruim naquele momento e lembrei que de alguma forma eu não deveria estar só e sendo acompanhado em silêncio por algum amigo espiritual.
Fechei os olhos e pensei fortemente nos amigos espirituais, pedindo a eles que aparecessem.
E abri os olhos andando na direção de uma mata bem fechada, com intenção que alguém aparecesse por entre as plantas.
Andei e até que uma mulher de cabelos pretos, cacheados e de porte equilibrado se mostrou para mim.
Comecei a ver aos poucos, o cabelo, rosto e enfim apareceu totalmente.
E questionei imediatamente:
– Olá, você estava comigo o tempo todo, inclusive enquanto eu andava aparentemente sem ninguém ali na mata?
E ela falou:
– Sim, estava o tempo todo ao seu lado.
E continuei:
– Você é a pessoa que me acompanha, o que normalmente chamamos de mentor?
E ela respondeu:
– Sim, sempre estou por perto, inspirando e ajudando no que posso, mas não só eu.
Nessa hora ela veio em minha direção, abraçando-me e falou com um carinho de mãe que não dá pra dimensionar, em palavras mais ou menos assim
– Nunca se sinta só, nunca ache que o que faz é em vão, nunca pense que pelo fato de aparentar andar sozinho durante o caminhar temporário da vida no corpo, que não estarei lá contigo, em cada pensamento, em cada erro, em cada acerto. Você não mantém o GVA sozinho, respondendo o que está pensando agora, muitas coisas a gente conversa aqui, você só não lembra, mas está contigo o tempo todo.
Nessa hora olhei pro lado e tinha um outro espírito, era pequeno. Parecia uma criança, mas era maduro e experiente. Ele também me abraçou e falou que pertencia a minha família espiritual.
E questionei:
Como posso estar me sentindo tão bem se agora pouco estava voando em dimensão inferior?
E a amiga espiritual falou:
– Quando você pensou na gente você sutilizou-se a ponto de mudar de frequência, estamos na 5 dimensão astral e por isso ficou mais fácil nos ver.

Os dois pegaram minhas mãos e tomaram voo, voamos juntos por sobre aquela linda floresta.
E a partir daí não me lembro de mais nada a não ser abrir os olhos no físico lembrando do que acabo de relatar.

É muito bom sair do corpo e conseguir se libertar um pouco das amarras físicas.
É muito bom saber que além da nossa limitada visão no corpo físico, existem frequências sutis e amigos vibrando por nós.
É muito bom saber que não estamos sós.
É muito bom saber que o simples GVA não é mantido só por mim, que amigos ajudam na sutilidade do invisível.
É muito bom poder manter um projeto com sinceridade, levar informações sobre a simples possibilidade de liberdade que todas as pessoas possuem dentro de si mesmo.

É preciso buscar, abrir a possibilidade, se sintonizar para encontrar, tanto a projeção quanto os nossos amigos espirituais.
Voe, não só além de si mesmo, mas principalmente, dentro de SI MESMO.
É a sua liberdade e ela não está lá fora, mas profundamente dentro de você.
Aproveite e uma linda viagem!

Comments 5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *