• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'sonhos lúcidos'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 7 results

  1. Tive minha primeira experiencia ''fora'' do corpo hoje (''catalepsia'' projetiva) (tentativa propositalmente frustrada pelo desconforto) Sonhava que estava em casa, e que queria tomar um suco, fui preparar esse suco... eu não costumo beber sucos, (aqueles em pó) peguei as coisas, pra prepara-lo, (Foi a 1° indicação que eu estava sonhando) água e tudo mais, quando eu fui faze-lo, eu fiz de uma forma muito diferente de uma pessoa normal (2° indicação que estava num sonho inconsciente), invés de eu botar o pó e a água num jarro, e mistura-los, coloquei o pó dentro da garrafa d'água e agitei tudo dentro, o suco tinha ficado uma porcaria aparentemente, pois ficou muito ''aguado'' mesmo sem ter tomado, só de olhar ele estava assim, mas ainda não estava lúcido, eu em seguida fui pra sala, quando eu fui pra sala, eu notei a terceira indicação, eu estava em total controle do corpo (sonho lúcido?), conseguia andar e reagir, fazer qualquer coisa, quando de repente, meu pai, que foi soltar um barroso ''sonhal'' no banheiro me pediu o papel higiênico pra ele, só que o raio do papel higiênico, estava guardado na estante da sala do lado da TV, lugar SUPER COMUM, não é gente?, eu peguei o papel higiênico, e fui levar pra ele, quando de repente, eu tomei de conhecimento disso, e consciência que tudo estava errado, e que eu estava lúcido no sonho. Foi ai que meu corpo travou, eu fiquei levitando no ar, com as pernas parcialmente dobradas, (conchinha levitante) não conseguia me mexer, fiquei com o papel higiênico na mão, levitando, com as pernas dobradas, ai meu pai disse ''CUIDADO COM VAMPIRISMO'' pra minha irmã, AI PENSEI, TO NO SONHO. (É só falar de algo do tema e tudo mais que eu imediatamente penso na viagem astral) Imediatamente, eu fui teleportado pro meu corpo em catalepsia, estava na casa, na cama, ''travado'', (na mesma posição que eu travei no sonho, só que deitado de lado, eu estava com a perna dobrada, de lado (dormindo de conchinha sozinho) (sad) não conseguia me mexer, fazia de tudo, sair da zona de atuação do corpo, mas não saia de jeito nenhum era muito difícil, comecei a sentir a tremedeira, o corpo astral tentava descolar, mas voltava, eu olhei pro lado, eu estava de frente pra uma parede, forcei a vista, olhei que tinha um ventilador, que eu nunca vi na vida do lado da cama, onde não tinha como ter um ventilador, eu senti que eu apesar de estar em catalepsia, interessante que eu já estava numa outra frequência, era uma ventilador branco, estranho que aqui em casa só tem um preto, como não consegui sair do corpo, eu pensei, vou desistir, pensei no corpo, imediatamente consegui me mexer, e acordar, fiquei um pouco com desconforto na hora, mas fiquei feliz ao mesmo tempo, to no caminho certo pra projeção, e fui correndo relatar isso, Gratidão. Eu tenho uma dúvida com essa experiencia, é possível já estar numa frequência especifica, com o espaço ''alterado'' (móveis diferentes, e em lugares errados) antes de sequer eu ter saído do estado de catalepsia? ou aquele móvel alterado, no caso do ventilador, era uma alteração causal do sonho lúcido meu? como no caso do papel higiênico e outra pergunta, eu tenho miopia, eu tava em catalepsia, sem o óculos, e não precisa de muita distância pra perder o ''foco'' da visão, se eu sair da zona de atuação do corpo, a minha vista melhora? ou eu vou ter que plasmar sempre um óculos quando eu tiver no umbral (kkkkkk rindo aqui) NÃO QUERO SER CEGUINHO NO ASTRAL, PLEASE. Relato ocorrido em 10/03/2019 - 22:50h
  2. Sou iniciante nesse mundo de projeções astrais, energias, etc, e queria começar sabendo como ter sonhos lúcidos ando praticando vários testes de realidades para ter sonhos lúcidos e nada, gostaria de saber se alguém aqui poderia me ajudar a ter sonhos lúcidos mais facilmente.
  3. Pessoal, Faz alguns dias que passei a pesquisar sobre VA na internet. Nos ultimos meses eu tenho retornado a ter "sonhos" lúcidos. Nunca me aprofundei nessa área e muito menos tentei induzir, foi sempre algo espontâneo e aleatório. E nos últimos dias tem se tornado mais frequente. Para que não fique sem pé nem cabeça, vou contar quando ocorreu a primeira vez comigo e eu não sabia oque era isso. Eu tinha por volta de 09 a 10 anos e morava em um apartamento em Sâo Paulo - SP na região da Zona Sul. O predio ficava exatamente abaixo da rota de aviões que saiam do aeroporto de Congonhas com destino ao sul do pais. Eu nasci, e morei lá até meus 11 anos. Em um dia aleatório comecei a ter "pesadelos" exatamente iguais todo santo dia. Sempre se iniciava comigo acordando na cama do mesmo modo que eu dormi, a casa com as luzes todas apagadas e uma iluminação azulada que vinha da sala que parecia ser da TV. Logo que eu acordava eu ouvia uma voz me chamar, parecida com da minha mãe, mas eu sabia que não era dela. Ao sair do quarto e ir a sala, eu percebia que a iluminação vinha não da TV, mas sim da varanda da sala. Varanda essa que era local mais facil para ver a passagem dos aviões em direção ao sul, que vinham na direção do prédio, mas todos bem lá no alto. Acontece que eu via como se fosse 2 ou 3 aviões proximos um do outro, e um deles iluminava a sala com aquela luz azul, como se fosse um refletor poderoso. No mesmo momento em que eu percebia eles, quase que instantaneamente aparecia um ser comprido, de corpo longo e magro e uma cor meio cinza-azulado. Me lembro de sempre reparar nas mãos de dedos compridos. A presença dele me causava um medo absurdo, e eu ja desesperado sempre tentava correr e gritar por socorro. Mas a presença dele sempre me deixava mudo, eu ficava impossibilitado de falar ou gritar e eu ficava agoniado com a situação. Ele me puxava como que se fosse com telecinese ate a varanda, e ao chegar perto dele eu sentia a mão dele pegar na minha canela e me puxar pro céu, em direção ao alto, como se fosse uma abdução. No meio do trajeto ao alto, não sei se por me debater ou decisão daquele ser, eu era solto e caia em queda livre. Acordava com o impacto da queda ao solo, que me fazia acordar no meio da noite com um puta tremor no corpo e os musculos duros e doloridos. Até então pensei que foi só um pesadelo, quando ocorreu na noite seguinte novamente e passei exatamente pelo mesmos fatos. Na terceira vez eu já fiquei lúcido no sonho e procurei alternativas na fuga, mas não obtive sucesso pois por mais longe q eu tentasse correr eu era arrastado pela telecinese. Após o caso de lucidez eu contei pra minha mãe, ela frequentava a espírita kardecista na época e tentou me ajudar. Fizemos orações, pedimos proteção, fizemos simpatias e tudo mais que fosse do conhecimento dela para afastar oque tivesse de mal ali. Mas não adiantou. depois de várias noites mal dormidas e de sofrimento com aqueles sintomas que eu tinha ao acordar, minha mãe resolveu me deixar morando na casa da minha madrinha por 1 mês. Quando voltei ela havia pintado toda a casa, mudado móveis de lugar, feito simpatias e pendurado uns itens religiosos pela casa para remoção de energias negativas. Depois disso nunca mais tive aquele sonho. Ela na epoca falou que poderia ter sido um espírito que estivesse me atentando. E conforme fui crescendo fui tendo casos diferentes. Casos de flutuar até passar pelo telhado em direção ao céu, de sair passear pelo bairro e entrar em algumas casas da vizinhança e ver os moradores dormindo. Casos que até então eu imaginava que era coisa da época da minha puberdade, em que eu encontrava mulheres lindas e atraentes andando nuas dentro de casa ou em algum lugar remoto em que eu estivesse no "sonho" lúcido. Casos esse em que alguns a carne foi fraca e eu as agarrava..... rs. Finalizando, hoje sou casado, tenho esposa e filhos, minha própria casa e muitos problemas na vida e no trabalho pra resolver. Até então os sonhos lúcidos tinham amenizado e muito, eram raridade, imaginava eu que devido ao cansaço. Mas faz um ano e meio que comprei minha casa própria, casa nova, não teve antigos moradores.... E depois de alguns meses comecei a sentir um certo peso no ambiente. Aquele sintoma de uma presença no local. E meus sonhos lúcidos voltaram, não consigo discernir se é loucura ou imaginação minha devido ao que venho sentindo.... se uma coisa puxa a outra. Sonhei alguns dias com uma voz me chamando, querendo conversar mas eu sentia a má intenção dela. Eu comecei a questiona-la do porque estava ali e oque queria de mim quando minha esposa me acordou dizendo que eu estava falando estranho enquanto dormia... Depois disso não sonhei mais com essa voz, mas estou encucado com isso. Desde que comecei a sentir isso, minha esposa desenvolveu doenças, parece estar ficando depressiva, não tem animo pra comer nem pra sair de casa. Parece até um encosto. Os sonhos lúcidos voltaram com tudo pra mim, eu não consigo induzir, mas facilmente consigo ficar lúcido. Enfim, queria poder tentar usar essa facilidade que tenho pra ver se consigo ajudar minha esposa e ver se realmente há algum espírito/encosto aqui em casa. O clima tá muito pesado. Alguem poderia me indicar mantras, e orações para que eu melhore o ambiente e meu controle sobre os "sonhos"? Agradeço antecipadamente a todos que tiverem paciência para ler todo o texto e tentar me ajudar seja como for.
  4. Boa tarde a todos! Me chamo Vander, tenho 20 anos e venho por aqui relatar uma projeção que ocorreu há alguns meses e me deixou em dúvidas sobre o que foi que ocorreu naquela noite. Bom, foi há alguns meses não me lembro a data exata mas era por volta de abril~maio, era um dia como qualquer outro fui dormir tarde da madrugada, lá pelas 2~3 como sempre acontece, bem eu estava andando por alguns becos de minha cidade só que em forma de lobo (para não dizer lobisomem) corria em uma velocidade extrema como quadrúpede e tinha uma visão como se fosse infra vermelho, por alguma razão eu resolvi arrodear uma casa que ficava mais afastado da cidade que já é pequena, e vi alguns familiares lá e achei que devia estar lá cuidando deles, só que de repente entrei em batalha com um semelhante a mim por estar colocando em perigo meus familiares (isso era o que eu pensava) por ter aparecido lá, acabei que venci a luta e ele foi embora, eu mesmo em aquela forma não tinha nenhum desejo em fazer mal a ninguém, era como se fosse divertido. Bom gente seria até um sonho assim digamos fantasioso, mas na maioria de minhas projeções eu corro como quadrúpede e em velocidades altas, mas em que eu tava em forma de lobo só foi aquela mesmo, queria poder entender mais o porquê disso. Galera é isso, tenho muito a relatar aqui com vocês ainda mas quem sabe numa próxima, grande abraço e paz.
  5. Uma dica para quem tem netflix: Filme Sonhos Lúcidos https://en.m.wikipedia.org/wiki/Lucid_Dream_(film) Lucid Dream (Hangul: 루시드 드림; RR: Lusideu Deulim) ė um thriller de ficção científica sul coreano de 2017 escrito e dirigido por Kim Joon-sung em sua estréia como diretor. O filme foi lançado em 22 de fevereiro de 2017 e vai estar disponível em 02 de junho de 2017 na netflix Brasil. Dae-ho, um jornalista investigativo, procura rastrear o paradeiro de seu filho que foi sequestrado há três anos atrás. Com a ajuda de um detetive e uma amiga psiquiatra, ele vai rastrear sua memória do incidente por meio do uso de técnicas de sonho lúcido. Veja na netflix: www.netflix.com/title/80158750
  6. Segue um artigo com indicações de livros falando especificamente sobre Sonhos lúcidos e assuntos correlatos: http://sonhoslucidus.blogspot.com.br/2010/08/textos-e-livros-sobre-sonhos-lucidos.html?m=1
  7. Tenho projeções espontâneas desde criança, devido a realidade das experiências que eu considerava um terror noturno, sentia dificuldade em dormir a noite, - sim elas não eram nada agradáveis, ir para a cama era uma verdadeira tortura pois eu já sabia o que me esperava embora eu não compreendesse em minha mente infantil o que se passava até então. Eu demorava a pegar no sono e quando acontecia eu entrava em pânico, entidades cabeçudas semelhantes aos grays vinham e me carregavam para outros locais, eu via e percebia tudo com lucidez, fechar os olhos do corpo astral pouco ou nada adiantava para evitar olhar aquelas criaturas que me apavoravam, outras vezes eu simplesmente acordava em outros cômodos da casa sem entender como fui parar alí, houve uma vez em que eu vi uma criatura verde com orelas pontiagudas, semelhante ao um duende do mal se aproximar de mim e assoprar o meu ouvido, enfim, conforme fui crescendo eu percebi que eu podia controlar os "sonhos", nesta segunda fase eu já conseguia fazer um enfrentamento de algumas situações e o medo foi diminuindo, porém, somente aos 15 anos de idade, após a leitura de um livro intitulado "Você e a eternidade" do monge tibetano Lobsang Rampa eu ouvi falar em viagem astral e fui perceber que os sintomas projetivos que ele relatava em sua obra eram os mesmos que eu vinha sentido desde a minha tenra infância, impressionado com a revelação comecei a aplicar as técnicas de relaxamento e saturação mental que o mesmo ensinava, até que em uma determinada noite (não lembro a data), eu lembro de ter pendido a cabeça para o lado esquerdo do meu corpo, em deitado em decúbito dorsal quando senti uma espécie de choque que não dói, uma vibração que tremia o corpo astral inteiro, uma espécide de ZZZZZUUUUUUUUUUUMMmmmmmmnnnnnnnnnn que transpassava todo meu ser e me senti empurrado pra cima próximo ao teto, no mesmo instante me lembrei do livro, não sei como, mas mesmo sem me virar para ver o corpo consegui meu cordão de prata, da minha rude percepção eu o vi saindo do meu umbigo, tinha uma cor cinza, era algo estranho não sei como descrever, no entanto, o que mais me chamou atenção foi o que ocorreu em seguida - uma voz feminina falou: "Nossa se este menino continuar assim, ele vai morrer", embora eu não tenha visto ninguém no quarto, pude sentir que eram duas mulheres. Tão logo o fato aconteceu fui puxado e acordei.